CASO DANIEL – Fotos no Instagram fazem acusação pedir prisão ou tornozeleira para Allana Brittes

245

Advogados que auxiliam a acusação no caso do assassinato do jogador Daniel Corrêa Freitas pediram nesta sexta (6) à Justiça que a ré Allana Brittes volte a ser presa ou use tornozeleira eletrõnica. A alegação é que fotos no perfil de Allana no Instagram  sugerem que ela esteja descumprindo as ordens de não frequentar bares em Curitiba e de não se ausentar de São José dos Pinhais sem autorização judicial. Na ação, a acusação alega que ela postou fotos em Porto Belo, Santa Catarina, e um bar na capital. Ela, a mãe, Cristiana Brittes e outros réus conseguiram na Justiça autorização para permanecer em liberdade até o julgamento. Apenas  o pai de Allana, Edison Brittes continua preso e teve pedido de llberdade negado na sexta (6).  Allana foi a primeira dos réus a obter o direito de responder em liberdade pelo crime, em 7 de agosto deste ano.

O advogado de defesa de Allana, Claudio Dalledone Júnior, negou as acusações da assistência de acusação: ‘É um grande frenezzi. As duas fotos que foram postadas são antigas. Uma delas, a do bar, inclusive, tem na legenda ´back´.A outra foto, que ela estaria em Porto Belo, também é antiga, e isso está claro.  É só uma tentativa de tumultar o processo. Tenho certeza que a Justiça vai rechaçar esse pedido.

Mesmo acusada, pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), por coação no curso do processo, fraude processual e corrupção de menor à espera de julgamento no caso do homicídio do jogador Daniel , Allana, 18 anos, virou uma ´influencer´ na internet. Seu perfil no Instagram, reativado há 12 semanas, conta com 78 mill seguidores, fotos em restaurantes e bares e muitos elogios nos comentários. Com a popularidade em alta, Allana até abriu uma loja virtual na mesma rede social, a Brittestore. Fonte bem Paraná

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here